A desintoxicação do sangue cura grande parte das doenças físicas

Nos dias de hoje é essencial fazer uma desintoxicação do sangue com alguma regularidade, seja através de plantas medicinais, seja através da alimentação, de desporto, e outros hábitos saudáveis como forma de manter a nossa saúde e órgãos equilibrados e em bom funcionamento.

A forma como vivemos o nosso dia a dia, como nos alimentamos, a exposição à poluição, a forma como nos alimentamos e como são criados os alimentos, é muito óbvio que estamos demasiadamente expostos a altos níveis de toxicidade provenientes de diversas vias:

  • Nos alimentos – pesticidas, corantes, conservantes, metais pesados
  • Nos produtos que colocamos no corpo
  • A poluição
  • O tabaco
  • O Álcool
  • As drogas
  • O stress
  • As noites mal dormidas
  • Excesso de trabalho
  • Maus hábitos a todos os níveis

Tudo isto ajuda a aumentar o nível de toxicidade no nosso organismo, e consequentemente a aumentar o risco de doenças, e por estes motivos de exposição a altos graus de toxinas é necessário fazer uma desintoxicação ao sangue e ao organismo de uma forma geral para que seja possível nos mantermos saudáveis.

Ao nível da alimentação os erros que são cometidos diariamente, ao médio longo prazo vão sair demasiado caros, o excessivo consumo de alimentos como:

  • Gorduras
  • Açucares
  • Massas e pão com glúten
  • Demasiado sal
  • Café
  • Etc

O facto de se beber pouca água, ingerir poucos alimentos de uma dieta alcalina agravam ainda mais os níveis de toxinas no sangue. Para ajudar na desintoxicação, para além dos hábitos diários saudáveis, pode-se recorrer à ajuda das plantas medicinais com propriedades antioxidantes e depurativas.

Também é preciso ter em conta que:

  • O excesso de peso acumulado no corpo
  • A fadiga
  • O mau funcionamento dos intestinos e a prisão de ventre
  • As alergias
  • A hipersensibilidade
  • aliados a uma má alimentação, contribuem fortemente para o aumento de toxinas no corpo e amplificam a necessidade de fazer uma desintoxicação ao sangue.

As toxinas acumuladas no organismo perturbam o bom funcionamento dos orgãos

Na vida nota-se uma postura curiosa das pessoas em geral, referem constantemente que o mais importante é haver saúde, no entanto logo a seguir a afirmarem que o que querem é ter saúde vão ingerir uma alimentação que vai completamente no sentido oposto ao que a pessoa afirma valorizar. E quando surgem os problemas de saúde, parece que sentem ser uma obra do acaso, uma infelicidade que bateu à porta por azar. É fundamental entender que o que ingerimos, e a má alimentação são realmente a causa de grande parte dos problemas de saúde, no entanto somos corpo, emoções e mente, então para manter a saúde não basta uma boa alimentação e exercício físico (corpo), é necessário cuidar das emoções bloqueadas do passado (choques emocionais), dos nossos padrões de pensamento negativos que também causam doença.

Mas a má alimentação reflete muito as nossas emoções, o que escolhemos comer, e se escolhemos ou não cuidar de nós, se o prazer terreno do sabor está acima dos cuidados que devo manter com o meu corpo, se a alimentação é a minha fonte de prazer, se utilizo os doces ou a alimentação para preencher o meu vazio interior. Tudo isto reflete um grau de consciência que temos sobre quem somos e cuidar da alimentação e do corpo representa o amor que tenho por mim e o quanto e decido dedicar tempo e esforço para envelhecer com qualidade. Por estes motivos e por muitos outros é necessário, não só ter uma alimentação regrada, cuidada, como também fazer uma desintoxicação ao sangue pelo menos 2 vezes por ano.

As Toxinas acumulam-se no organismo e perturbam o seu funcionamento

Ao acumularem-se no corpo, as toxinas, não só perturbam o funcionamento do organismo, como também diminuem a resistência física à doença. As doenças cardiovasculares são o maior reflexo do estilo de vida moderno, assim como as doenças cancerosas.

Embora o Ser humano esteja dotado de um sistema natural e inteligente capaz de eliminar e expelir uma significativa quantidade de substâncias tóxicas, uma saturação exagerada pode ser fatal e uma hiper toxicidade do sangue pode ter consequenciais graves. É nossa responsabilidade estabelecer paralelamente ao esforço do próprio corpo, programas de desintoxicação do sangue e do organismo adaptados a cada individuo e cada situação especifica.

Os medicamentos farmacêuticos são uma das grandes causas de intoxicação do sangue

É muito comum verificar-se que depois de grandes disparates ligados à alimentação e aos desequilíbrios emocionais vem a necessidade da cura imediata sem responsabilidade e sem entender as causas que deram origem ao desequilíbrio emocional ou físico (doença física), então logo se compram químicos artificiais para remediar rápido as asneiras que se tem vindo a cometer. A consciência de que nos estamos a condenar a ter uma velhice em desgraça não é muita, é fundamental, assim que surja algum desequilíbrio físico fazer uma desintoxicação completa do organismo (sangue e orgãos) com uma mudança de hábitos alimentares radical. E nas doenças do foro psicológico e emocional é necessário começar a ter maior consciência dos choques emocionais e estados emocionais negativos prolongados, onde começaram, como surgiram, o que originou, antes que o estado se agrave irremediavelmente. Começar a tomar ansiolíticos, anti depressivos e sedantes é sem dúvida adormecer o problema e jamais o irá resolver…..só irá agravar seja emocionalmente seja em termos de toxicidade do corpo.

Os remédios naturais, assim como fazer cursos de desenvolvimento pessoal, nutrição podem ajudar a pessoa a saber cuidar de si e a evitar uma velhice de dependências e de sofrimento. Investir em nós a curto prazo irá dar fantásticos benefícios a longo prazo e não há nada que pague uma velhice dinâmica, independente, com brilho e dignidade.

Um programa de desintoxicação completo do sangue e do organismo tem 3 etapas

  1. Fase da Neutralização
  2. Fase da Proteção
  3. Fase da eliminação

1a Fase de uma desintoxicação ao Sangue e aos orgãos – Neutralização

A Fase da neutralização é a fase de desintoxicação do sangue e dos orgãos onde são identificadas as toxinas e transformadas em outras substâncias facilmente elimináveis, sem esta fase as plantas e chás não conseguirão fazer o efeito para a qual estão potenciadas.

2a Fase de uma desintoxicação ao Sangue e aos orgãos – Proteção

O organismo quando procede à iluminação de toxinas gera quantidades de radicais livres que precisam de ser neutralizadas.  A forma mais poderosa de fazer essa neutralização dos radicais livres é através dos potentes antioxidantes existentes nas plantas medicinais. Os resultados do processo neutralização através das plantas medicinais está comprovado cientificamente o favorecimento da neutralização desses mesmos radicais livres.

3a Fase de uma desintoxicação ao Sangue e aos orgãos – Eliminação

Para que a desintoxicação do sangue e dos orgãos do corpo seja bem sucedida e os resultados sejam obtidos, a fase da eliminação é fundamental e encerra todo o processo de desintoxicação do sangue. São estimuladas as principais vias de eliminação das substâncias tóxicas, com o auxilio das plantas ricas em princípios ativos, ao serem tomadas torna-se possível a eliminação e a purificação do organismo no seu todo, especialmente a purificação do sangue.

Esta fase só é possivel de ser cumprida se houver um total compromisso da pessoa em libertar as substâncis tóxicas e os hábitos diários mais tóxicos como:

  • O tabaco
  • O Álcool
  • O café
  • Açucares refinados
  • Glúten em excesso

Assim como é imprescindível seguir um regime de dieta Alcalina, e a partir deste momento, além do organismo se libertar de todas as toxinas vai poder estar pronto para absorver todos os nutrientes  e substâncias fitoterápicas dos alimentos e ervas, que vão ajudar a corrigir os problemas de saúde que possam estar a afetar.

Todas as pessoas deveriam estar conscientes que a sua saúde é construída pelos seus hábitos diários, sejam eles:

  • Físicos (alimentação, desporto, hábitos saudáveis e desintoxicação do sangue com regularidade)
  • Emocionais (o sistema nervoso alterado com emoções prolongadas negativas vai causar doenças)
  • Mentais (pensamentos negativos causa distúrbios emocionais e vice-versa)

Um programa de desintoxicação deve ser cumprido no mínimo durante 3 dias, no entanto o ideal é prolongar por uma semana, e se possível incluir hábitos de alimentação saudáveis que possam ajudar o sangue a manter níveis saudáveis de desintoxicação.

 

 

 

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *