As Doenças e a Medicina Ayurvedica

As teorias ayurvédicas afirmam que todas as doenças se iniciam-se devido a desequilíbrios emocionais, Físicos, Mentais ou energéticos.

Ao negligenciar as necessidades básicas emocionais, desenvolver padrões de pensamento ou comportamentos negativos, optar por habitos de alimentação e estilo de vida pouco saúdaveis, e investir a própria energia de forma auto sabotadora, desencadeará desequilíbrios que se manifestarão primeiro nos corpos sutis, e só posteriormente somatizarão.

A Medicina Ayurvédica sugere que a causa última de todas as doenças, enfermidades e desequilíbrios, tem como origem primária a violação e negligência das leis da natureza.

A medicina Ayurvédica fundamenta-se essencialmente numa filosofia de prevenção da Doença

A realidade da Medicina Ayurvédica relativamente às doenças, fundamenta-se essencialmente na prevenção. Respeitando as bases filosóficas do Ayurvéda que ajudam a identificar um padrão e ajudam a promover estilos de vida saudáveis e conscientes, que mantenham a pessoa no seu todo numa escala de equilibrio a todos os Níveis do seu Ser.

Frente à realidade inescapável das doenças e desequilíbrios físicos, emocionais, mentais e energéticos, o Ayurveda, para além de entender os sintomas, é capaz de identificar e tratar as causas e levar a cabo uma desintoxicação e tratamento integral do paciente. Orientando a pessoa para um estilo de vida, alimentaçã, terapeuticas, filosofia de vida mais consciente, desintoxicação emocional, mental, física e energética, que naturalmente liderarão a pessoa a estados de libertação totalmente regeneradores no seu Todo.

A Medicina Ayurvédica e os seus recursos terapeuticos de Cura à doença

A Medicina Ayurvédica, suporta-se em inumeros recursos terapêuticos, que visam harmonizar as vertentes da pessoa que normalmente são negligenciados, no seu dia a dia.

Mediante um diagnóstico Ayurvédico, é possível perceber quais as matrizes emocionais, físicas, mentais e energéticas da pessoa, quais os mais desequilíbrados e quais os tratamentos integrativos e posologias mais adequadas à harmonização de todo o seu Ser.

Utilizam-se estudos diagnósticos convencionais tal como fármacos modernos quando a situação o requer. Por outro lado, estimula a observação e a investigação científicas, facto que ajudou a corroborar muitos dos postulados milenares.

Tradicionalmente, para o tratamento das doenças, o Ayurveda está dividido em 8 ramos:

Medicina Geral (Kaya-chikitsa): relaciona com as enfermidades dos adultos. O Charaka Samhita é um dos textos principais.
Toque Ginecológico e Pediatria (Bala-chikitsa): trata do cuidado pré e pós natal da mãe e do seu filho. Também abarca as enfermidades das crianças e seus tratamentos. O Kasyapa Samhita é um tratado fundamental.
Psiquiatria (Graha-chikitsa): estudo das doenças mentais e seus tratamentos.
Enfermidades da Cabeça e Pescoço (Salakya-chikitsa): inclui as doenças do nariz, garganta, ouvidos, olhos e cabeça e seus tratamentos.
Cirurgia (Salya-chikitsa): compreende vários procedimentos cirúrgicos e o manuseamento de instrumentos e dispositivos específicos. Susruta Samhita é um texto milenar que deu lugar a esta disciplina.
Toxicologia (Damshtra-chikitsa): trata dos envenenamentos produzidos por animais (serpentes, etc.) e também estuda os efeitos colaterais dos medicamentos ayurvédicos.
Terapia de Rejuvenescimento (Rasayana): este ramo é específico do Ayurveda e ocupa-se da prevenção de enfermidades, a preservação da juventude e a promoção de uma vida longa e saudável.
Virilização (Vajeekarana): trata dos meios de aumentar a vitalidade sexual e o poder reprodutivo.
Além destes 8 ramos para o tratamento das doenças do ser humano, outros 2 são especializações para a cura de enfermidades do reino animal e dos animais.
A cirurgia perdeu terreno face à medicina moderna. A psiquiatria está tomando um novo impulso nutrido de muitos dos conceitos da medicina mente-corpo e da interrelação entre a saúde e a espiritualidade.

 

Tipos de Diagnósticos na Medicina Ayurvédica

Existem vários métodos de diagnóstico na medicina Ayurvédica, no entanto o mais comum é um questionário sobre estilos de alimentação, fisionomia, habitos do dia a dia, padrões de pensamento e comportamento, que revelarão qual o Dosha (estilo corporal) padrão da pessoa, e Guna (Padrão mental) que darão logo à partida indicações dos desequilíbrios mais básicos da pessoa.

Outros métodos de diagnóstico da medicina Ayurvédica são:

  • O pulso
  • O estado da Língua
  • A pele
  • Os lábios
  • Os olhos
  • As Unhas
  • E o diálogo estabelecido entre terapeuta e consultante
Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *